ABIMED promove webinar aberto ao público sobre desafios e oportunidades no pós-pandemia

O intuito é abordar pontos importantes sobre os possíveis cenários para esse setor, e para setor de saúde de forma geral, após a pandemia do novo coronavírus.

23 Jun, 2020

 
 

Na próxima quinta-feira, 25/6, das 18h às 19h30, um webinar aberto ao público, com o tema Desafios e oportunidades para a indústria de equipamentos e dispositivos médicos no pós-pandemia, será realizado pela ABIMED (Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde) – entidade que reúne empresas de equipamentos e dispositivos médicos.

 

O intuito é abordar pontos importantes sobre os possíveis cenários para esse setor, e para setor de saúde de forma geral, após a pandemia do novo coronavírus. Como o país poderá estimular e atrair investimentos para desenvolvimento e fortalecimento da indústria local e em PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) e a importância do setor de dispositivos médicos na retomada da economia, estão entre os temas do webinar.

 

Assim, será possível levantar demandas, necessidades, desafios e oportunidades que poderão surgir.

 

Participarão do debate: Carlos Gadelha, professor da ENSP/FIOCRUZ; Igor Calvet, presidente da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial); Rodrigo Silvestre, ex-diretor do Complexo Industrial e Inovação em Saúde (DECIIS) do Ministério da Saúde e consultor empresarial; e Eduardo Jorge Valadares, professor do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (NUTES), da Universidade Federal da Paraíba (UEPB). Fernando Silveira Filho, presidente executivo da ABIMED abrirá o encontro, que será moderado por Felipe Carvalho, gerente de Relações Institucionais e Governamentais da Associação.

 

A plataforma utilizada será o YouTube, pelo seguinte link de acesso: https://youtu.be/21qSVE1KdFM. Não é necessário realizar inscrição.

 

Sobre a ABIMED

A ABIMED – Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde – congrega empresas nacionais e multinacionais que representam cerca de 65% do setor de equipamentos e dispositivos médicos no Brasil (0,6% do PIB nacional). A Associação tem como princípio contribuir para a promoção de um ambiente saudável, sustentável e propício à inovação tecnológica e à competitividade de suas associadas nos mercados local e global, bem como contribuir para o desenvolvimento do setor de saúde no Brasil, com foco no paciente, propiciando à população brasileira acesso a tecnologias de saúde inovadoras e de alta performance.

 

 

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS