PET-RM começa a funcionar no InRad

Primeiro equipamento do gênero a operar em serviço público no País

05 Mai, 2016



Encontro com a comunidade acadêmica e pesquisadores marcou a inauguração da Unidade de PET-RM do Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas FMUSP, no dia 27 de abril. Primeiro do gênero em serviço público no País, o novo equipamento foi instalado no Centro de Medicina Nuclear, que já possui um acelerador de partículas - Cíclotron, para produção de radiofármacos.

Para o prof. Giovanni Guido Cerri, presidente do Conselho Diretor do InRad, o início da operação do PET-RM no Centro de Medicina Nuclear coloca a instituição em condições de igualdade com os mais avançados centros especializados em todo mundo. Além disso, abre uma nova frente de pesquisa na área de Oncologia e Neurologia no País.

"A introdução desse equipamento de imagem híbrida na pesquisa nos auxiliará a estudar e compreender doenças complexas, que são nossos grandes desafios. Em um primeiro momento, o PET-RM estará voltado para o estudo em oncologia e doenças degenerativas, e no campo da neurologia, o Mal de Parkinson e Alzheimer”.

O prof. Carlos Buchpiguel, diretor do Centro de Medicina Nuclear, enfatizou que, no campo educacional, o PET-RM é um importante instrumento para integrar a formação do profissional da imagem ao que há de mais moderno na medicina nuclear. "A partir de agora, estaremos desenvolvendo novos paradigmas de formação profissional em imagem híbrida e, ao mesmo tempo, buscando novas aplicações para tratar os pacientes".

Por ser uma tecnologia muito recente, a instalação em um hospital com as características do Hospital das Clínicas serve como um referencial para a própria fabricante, no caso a GE Healthcare, na busca de soluções e aperfeiçoamentos, assim como em projetos de inovação. 

Para Luiz Verzegnassi, diretor da GE Healthcare para o Brasil, “estar ao lado de instituições e pessoas que não mediram esforços para trazer essa tecnologia para o País é uma grande responsabilidade e, ao mesmo tempo, uma satisfação”.

 

Crédito fotos: Cleber de Paula

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS