RSNA 2017: a reinvenção da radiologia

O tema desta edição do RSNA 2017: "Explorar, Inventar, Transformar", foi um convite aos participantes para os avanços da radiologia através da inovação e como um meio de criar impacto positivo no atendimento ao paciente.

02 Dez, 2017

De 26/11 a 01/12,  aconteceu no McCormick Place, Chicago a 103ª Assembléia Científica e Reunião Anual da Sociedade Radiológica da América do Norte – RSNA, reunindo especialistas de todo o mundo para discussão dos temas e tendências da radiologia do futuro. A mensagem forte com grandes implicações se fez presente em todos os dias do fórum, que é considerado o mais influente da área e o lugar ideal para discussão dos assuntos que impactam a especialidade.

Os participantes puderam mergulhar fundo nestes seis dias em diversos tópicos, incluindo formas inovadoras de financiamento de pesquisa, perspectivas do paciente sobre o cuidado e o papel emergente da neurorradiologia. As exposições técnicas trouxeram como destaque a mostra de aprendizado de máquinas, e os últimos avanços na inteligência artificial e da impressão em 3D. Além de reunir o melhor da Ciência da imagem médica, educação e tecnologia, o RSNA expandiu o Encontro Virtual, incluindo mais de 100 oportunidades de aprendizagem, disponibilizando o programa até 28 de fevereiro de 2018.

Em seu discurso de abertura, na manhã do domingo 26 de novembro, no Arie Crown Theatre, o presidente do RSNA, Richard L. Ehman, MD, enfatizou que "é hora de reinventar a radiologia, discutir o seu novo papel de liderança e abraçar o extraordinário período de mudança em curso na especialidade”.

Também destacamos as palestras de Roderic I. Pettigrew, PhD, MD, que compartilhou a sua visão sobre "A radiologia de amanhã", discutindo o papel da imagem biomédica no alcance da qualidade de vida e Elias A. Zerhouni, MD, que abordou o papel da imagem em biometria e na realização do objetivo principal da medicina personalizada com o tema "Imagem e Inovação na Biomedicina do Século XXI - Desafios e Oportunidades”. A conferência “Uma nova luz: o nascimento e o renascimento da imagem”, com Daniel K. Sodickson, MD, PhD, discutiu como a inteligência artificial (AI), está afetando o negócio da interpretação de imagens e a forma como esses dispositivos serão projetados no futuro.

Este também foi o tema do Simpósio da RSNA, em conjunto com a Associação Americana de Físicos em Medicina (AAPM), apresentado por Keith J. Dreyer, DO, PhD e Antonio Criminisi, PhD, que ajudaram os radiologistas e físicos médicos a compreenderem melhor os impactos atuais e potenciais do ML e da inteligência artificial (IA) em radiologia.

Nesta edição, os especialistas brasileiros somaram 33 trabalhos científicos premiados, conquistando um reconhecimento importante para a radiologia brasileira, que tem se destacado no cenário internacional.

No encerramento a Comissão Organizadora agradeceu a todos pela participação e aproveitou para fazer o convite para o próximo congresso: Vejo você ano que vem! O tema para RSNA 2018 será “Amanhã, a Radiologia de Hoje", que será realizado de 25 a 30 de novembro de 2018.

Membros honorários

Durante a sessão plenária da manhã de segunda feira, 27, a RSNA concedeu a adesão honorária a três membros: Hassen A. Gharbi, MD, PhD, radiologista pediatra pioneiro no norte da África; o brasileiro, Renato Adam Mendonça, MD, PhD, educador preeminente e defensor de fortes relações entre organizações internacionais de radiologia; e Katrine Riklund, MD, PhD, líder respeitada em radiologia diagnóstica e medicina nuclear, pelas conquistas significativas no campo da radiologia. 

 

Fonte: RSNA 2017 Daily Bulletin

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS