Enfisema detectado por tomografia computadorizada aponta para maior risco de câncer de pulmão

As descobertas podem ajudar os médicos a identificar melhor os pacientes com alto risco de câncer de pulmão, disse a coautora do estudo Marleen Vonder, PhD, da Universidade de Groningen, na Holanda, em um comunicado divulgado pela RSNA.

04 Mai, 2022

O enfisema encontrado na tomografia computadorizada do tórax está associado a um maior risco de câncer de pulmão – especialmente se o enfisema for grave, de acordo com um estudo publicado na RadiologyTais achados podem ajudar a indicar indivíduos aptos para o rastreamento do câncer de pulmão por TC. As descobertas podem ajudar os médicos a identificar melhor os pacientes com alto risco de câncer de pulmão, disse a coautora do estudo Marleen Vonder, PhD, da Universidade de Groningen, na Holanda, em um comunicado divulgado pela RSNA. "Potencialmente, o enfisema detectado em uma tomografia computadorizada de base poderia ser usado para selecionar participantes de alto risco que precisariam de exames de câncer de pulmão de acompanhamento mais frequentes", disse ela.

O câncer de pulmão é a principal causa de morte relacionada ao câncer em todo o mundo, e o risco da doença é avaliado por meio de TC de tórax de baixa dose. O enfisema também é avaliado com TC de tórax e compartilha fatores de risco comuns com câncer de pulmão, incluindo tabagismo, inflamação pulmonar crônica e exposição ocupacional a poluentes do ar. “Outros mecanismos subjacentes, como suscetibilidade genética, inflamação crônica ou danos ao DNA e mecanismos anormais de reparo, ou uma combinação deles, foram propostos para vincular o enfisema e o câncer de pulmão”, disse Vonder no comunicado.

Estudos anteriores produziram resultados mistos sobre a ligação entre a gravidade do enfisema e câncer de pulmão, e particularmente entre a análise visual realizada por radiologistas que interpretam exames de TC e avaliação quantitativa de imagens de TC. No estudo atual, uma equipe liderada pelo Dr. Xiaofei Yang, também da Universidade de Groningen, explorou a conexão por meio de um estudo que incluiu dados de 21 estudos encontrados em três bancos de dados (PubMed, Embase, Cochrane) que investigaram a ligação entre enfisema avaliados visualmente ou quantitativamente em TC de tórax e câncer de pulmão; os estudos incluíram 107.000 pacientes e os pesquisadores rastrearam a gravidade e o subtipo do enfisema.

A revisão do estudo descobriu que as chances globais combinadas de desenvolver câncer de pulmão, dada a presença de enfisema, eram de 2,3 (sendo 1 referência). Essas chances foram semelhantes para avaliação visual (2,3) e quantitativa (2,2) das imagens de TC. Seis dos 21 estudos mostraram que as chances de uma pessoa estar em maior risco de câncer de pulmão aumentaram com a gravidade do enfisema e foram maiores na avaliação visual das imagens de TC do que na avaliação quantitativa, segundo o grupo.

Probabilidades de câncer de pulmão com base na gravidade do enfisema e por tipo de avaliação (referência = 1)
Gravidade do enfisema Avaliação quantitativa de imagens de TC Avaliação visual de imagens de TC
Vestígio 1,9 2,5
Suave 2.2 3.7
Moderado a grave 2,5 4,5

“O enfisema diagnosticado na tomografia computadorizada de tórax foi independentemente associado a maiores chances de desenvolver câncer de pulmão, independentemente de ter sido avaliado visualmente ou quantitativamente”, escreveu a equipe.

O estudo pode ter efeitos interessantes na triagem do câncer de pulmão, de acordo com um comentário escrito pela Dra. Andetta Hunsaker, do Brigham and Women's Hospital, em Boston. "As implicações do estudo atual de Yan et al são valiosas para o atendimento ao paciente", escreveu ela. "Pode ser que a triagem do câncer de pulmão, como a conhecemos, precise passar por alguma modificação para incluir o enfisema como um dos descritores de categoria, o que contribuirá para a pontuação do Sistema de Dados e Relatórios de Triagem de Tomografia Computadorizada Pulmonar e intervalos de triagem de acompanhamento".

Fonte: https://www.auntminnie.com/index.aspx?sec=sup&sub=cto&pag=dis&ItemID=135667

 

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS